Urgente: Polícia indicia marido por crime bárbaro em Cachoeiro, mas, ninguém é preso

Guilherme Barbosa da Silva é o principal acusado pelo crime

Polícia - 7 de abril de 2021
Redação

Guilherme Barbosa da Silva, marido de Joicy Alves da Silva de 23 anos – que morreu em janeiro após ser violentamente agredida – e a irmã dele de 16 anos foram indiciados por crime de lesão corporal seguida de morte. O inquérito foi concluído pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Cachoeiro de Itapemirim.

O crime ocorreu no 30 de dezembro de 2020 dentro da casa onde o casal residia, localizada no bairro Campo Leopoldina. A briga entre Joicy e o companheiro teria sido motivada por supostas traições. A partir daí, o casal entrou em luta corporal, e a cunhada da vítima, ajudou o irmão a espancar a jovem.

Apesar do indiciamento, até hoje (7), ninguém foi preso pelo crime bárbaro que chocou a cidade de Cachoeiro de Itapemirim-ES.

Três dias após ser internada na Santa Casa de Misericórdia, dois de janeiro de 2021, a jovem não resistiu aos ferimentos e morreu por complicações causadas pela violência.

Relembre o caso clicando no link: https://radar365.com.br/exclusivo-revelada-a-imagem-do-marido-e-detalhes-do-assassinato-da-jovem-joicy-alves-em-cachoeiro-es/